Rio

Em ofício à Anac, presidente da Alerj critica extinção de voos do Santos Dumont para a região Norte Fluminense

André Ceciliano garante que a situação é 'inaceitável' e prejudica a economia Fluminense

Foto: Rafael Wallace/Alerj
Credit...Foto: Rafael Wallace/Alerj

O presidente da Alerj, deputado André Ceciliano, do PT, enviou ofício ao presidente da Anac, Juliano Alcântara Noman, chamando atenção para o absurdo que será a extinção dos voos do Aeroporto Santos Dumont com destino às regiões do Norte/Noroeste Fluminense, especialmente para os municípios de Macaé e Campos dos Goytacazes, saídas que, fala-se, possivelmente serão transferidas para o Aeroporto de Viracopos.

Diz Ceciliano que trata-se de mais um dos efeitos colaterais negativos da total falta de coordenação e equilíbrio, por parte da Anac, dos voos entre Aeroporto Santos Dumont e o Aeroporto do Galeão, onde a operadora Azul, para preservar seus slots no Santos Dumont, visando a alocar voos para outros estados, que deveriam estar no Galeão, canibaliza as rotas locais de interesse econômico do Estado do Rio de Janeiro.

O ofício de Ceciliano (veja abaixo) alerta sobre esta postura predatória, e requer imediata intervenção por parte da direção da Anac, que observa de forma permissiva este movimento. 

O OFÍCIO

Macaque in the trees
'Falta de integração do sistema aeroportuário do Estado do Rio de Janeiro', diz o ofício assinado pelo deputado André Ceciliano (Foto: reprodução)



O presidente da Alerj, deputado André Ceciliano, é candidato ao Senado pelo Rio
'Falta de integração do sistema aeroportuário do Estado do Rio de Janeiro', diz o ofício assinado pelo deputado André Ceciliano


Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais