Covid fecha bancos em Ipanema

...

Foto: GMC
Credit...Foto: GMC

O que era previsível, diante da enxurrada de turistas nas festas de fim de ano, justamente no período de explosão da variante Ômicron, aconteceu: com a explosão dos casos de Covid-19 entre clientes e funcionários dos bancos, o Bradesco fechou suas duas únicas agências em Ipanema e está atendendo no Leblon.

Já o Itaú fechou uma de suas três agências, em Ipanema, no nº 66 de Visconde de Pirajá, 66, junto à saída do metrô, na Praça General Osório.

 

A ‘via crucis’ no Bradesco

No Bradesco, desde a 2ª feira, a sua principal agência, na Rua Visconde de Pirajá 216, está fechada pela ocorrência de casos de Covid-19 entre os funcionários. O atendimento presencial e nos caixas eletrônicos foi deslocado para a agência do nº 495 da Visconde de Pirajá, com formação de longas filas para ingresso na agência e atendimento nos seis caixas eletrônicos.

Com tanta gente aglomerada, e o intenso rodízio no uso dos caixas eletrônicos, o inevitável aconteceu: como o banco tinha fechado a 3ª agência no bairro em dezembro, os novos casos de Covid-19, deixaram a clientela de Ipanema temporariamente sem atendimento. Ou se resolve pela internet e via celular ou só no Leblon, ou Copacabana.

O atendimento presencial e nos caixas eletrônicos à clientela de Ipanema, teve de ser deslocado para Copacabana ou Leblon.

Entretanto, uma das três agências do Leblon também está temporariamente fechada devido a casos de coronavírus. Os dois bairros somam mais de 100 mil habitantes. Há risco de propagação de novos casos.

Se serve de consolo...

Em São Paulo a situação foi bem mais grave.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais