EUA matam líder da Al Qaeda no Afeganistão, diz mídia

Biden fará discurso à nação para falar sobre operação de sucesso

Foto: Ansa
Credit...Foto: Ansa

Os Estados Unidos conduziram uma "operação de sucesso" contra um alvo "significativo" do grupo terrorista Al Qaeda no Afeganistão e o presidente do país, Joe Biden, fará um discurso para detalhar o ataque nesta segunda-feira (1º), anunciou a Casa Branca.

Segundo a agência de notícias Associated Press, trata-se de Ayman al-Zawahiri, que assumiu a liderança do grupo após a morte do antigo líder, Osama bin Laden, em 2011. A "Fox News" e "CNN" também confirmam o nome do assassinado e dizem que ele foi morto em uma operação com drones conduzida pela CIA.

O chefe terrorista era médico pessoal de Bin Laden e era considerado um dos primeiros membros da organização ainda no fim da década de 1990. Toda a sua vida desde a adolescência foi dedicada ao extremismo islâmico, tendo sido parte da Jihad Islâmica e o responsável por fundi-la à Al Qaeda.

"No fim de semana, os Estados Unidos conduziram uma operação de contraterrorismo contra um representante significativo da Al Qaeda no Afeganistão. A operação foi um sucesso e não houve mortes entre civis", disse um militar sênior do país à mídia.

A notícia sobre o ataque vem cerca de duas semanas antes do primeiro aniversário da retomada do poder pelos extremistas do Talibã em Cabul, ocorrida em 15 de agosto do ano passado. A caótica retirada das forças ocidentais, finalizada no dia 31 do mesmo mês, ocorreu após 20 anos de ocupação sob liderança dos EUA.

Nos últimos meses, as forças norte-americanas têm usado drones ou feito operações relâmpago contra líderes de grupos terroristas que atuam na região, como chefes do Estado Islâmico da Síria ou do Iraque. (com agência Ansa)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais