Raúl Castro confirma saída da presidência do Partido Comunista

.

Ernesto Mastrascusa/EPA
Credit...Ernesto Mastrascusa/EPA

O presidente do Partido Comunista de Cuba, Raúl Castro, confirmou nessa sexta-feira (16) que deixará o comando da sigla. Assim, após 60 anos, nenhum dos membros da família Castro estará no comando do país.

"Estou satisfeito em entregar a direção do país para um grupo de pessoas preparadas e comprometidas com a ética, os valores da cultura e da nação", disse em seu discurso na abertura do 8º Congresso do Partido Comunista.

Castro ainda afirmou que "ninguém deve duvidar que, enquanto eu viver, estarei pronto para defender a pátria, a revolução e o socialismo com mais força do que nunca".

Segundo o ainda presidente da sigla, a sua saída também é uma forma de "atualização" do socialismo para torná-lo "mais eficiente e sustentável e não para liquidá-lo".

O irmão de Fidel Castro, que morreu em 2016 poucos meses depois de sua última aparição pública no 7º Congresso, passará o bastão para o atual presidente do país, Miguel Diaz-Canel.

A reunião do partido único cubano segue até o dia 19 de abril, quando a ilha "celebra os 60 anos da proclamação do caráter socialista da Revolução de Fidel", segundo informou o jornal Granma.(com Agência Ansa)