Como a natureza salvou a saúde mental das pessoas durante a pandemia

...

Foto: JB
Credit...Foto: JB

Felizmente, temos visto uma melhora no quadro da pandemia pelo mundo. Embora ainda não estejamos totalmente livres do perigo, é bom saber o quanto avançamos desde o início da COVID-19.

E além das vidas perdidas para essa doença, tivemos outros efeitos colaterais ruins, como a piora da saúde mental de boa parte da população. Vimos os casos de ansiedade e depressão dispararem, o que também são problemas consideráveis do ponto de vista médico.

Um estudo feito pela Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, tentou avaliar essa situação. Eles entrevistaram 1200 pessoas sobre como sentiam nesse período, entre o fim de 2019 e o início de 2021. Os voluntários precisavam contar também o que mais lhes angustiava, e qual sua relação com os espaços verdes, como praças e parques.

Eles relataram detalhes interessantes. Por exemplo, veja o que mais gerava sensações de ansiedade e depressão:

Medo da escassez de comida e papel higiênico no supermercado

Perda de emprego e prejuízos nos negócios

Sensação de insegurança no trabalho

Acompanhar constantemente as notícias ruins sobre a pandemia

Mesmo assim, o estudo concluiu que as pessoas que usavam mais os espaços verdes tinham menos sintomas depressivos. Os pesquisadores usaram inclusive imagens de satélite para medir a quantidade de áreas verdes próximas dos entrevistados... E viram uma relação direta: quanto mais verde ao redor, menores os níveis de depressão!

Por que os espaços verdes são bons para você

Em primeiro lugar, temos a exposição à luz solar, importante para a produção de vitamina D e para equilibrar nosso ciclo circadiano – seu relógio interno que percebe a claridade e a escuridão para regular seu sono.

Além disso, estudos mostram que apenas o aroma das plantas nos ajuda a relaxar e desestressar. Seus óleos essenciais têm um efeito direto no nosso estado de ânimo. E é por isso que aquele “cheiro de mato” te dá uma sensação tão gostosa!

Os aspectos sociais dos parques e espaços verdes ao ar livre também nos fazem bem. Os moradores de Chennai, na Índia; Cingapura, na Malásia; Manila, nas Filipinas e Xangai, na China, foram entrevistados sobre seu uso dos parques públicos e espaços verdes... E concluiu-se que por sempre frequentarem esses locais as pessoas sentiam melhoras no seu bem-estar, sentindo-se parte de uma comunidade e desenvolvendo-se como pessoas. Ótimo, não é mesmo?

Então, aproveite os espaços verdes na sua cidade ou no seu bairro. Que tal uma caminhada ou corrida perto da natureza? Assim você tem um duplo benefício, tanto com a atividade física quanto com a melhora da sensação de bem-estar. Supersaúde!

_______


Referências bibliográficas:
•Scientific Reports, 2019; 9 (1) DOI: 10.1038/s41598-019-44097-3.
•The Journal of Public Space, 2020; (Vol. 5 n. 2): 89 DOI: 10.32891/jps.v5i2.1286.
•PLOS ONE, 2022; 17 (3): e0263779 DOI: 10.1371/journal.pone.0263779
•Quer se Sentir Bem e Saudável? Que tal 2 Horas Semanais na Natureza? – www.DrRondo.com
•Odores da Natureza Reduzem Estresse e Risco de Câncer – www.DrRondo.com
•Respire Ar Puro, Viva Melhor e com Mais Saúde! – www.DrRondo.com
•Ciência Comprova: Contato com a Natureza Faz você se Sentir mais Vivo! – www.DrRondo.com
•Está na Hora de se Reconectar com a Natureza – www.DrRondo.com
•Crianças que Crescem perto da Natureza se tornam Adultos com Melhor Saúde Mental – www.DrRondo.com

Dr. Wilson Rondó Jr.
CRM RJ 52-0110159-5
Cirurgião Vascular de formação e Nutrólogo
Registro nº 058357

 

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais