Afinal, quantos passos você precisa caminhar por dia?

...

Foto: JB
Credit...Foto: JB

De uns tempos pra cá, o avanço da tecnologia nos trouxe uma série de dispositivos capazes de medir quantos passos damos no nosso dia a dia. Os smartphones conseguem fazer isso, e temos também os smartwatches, que além de calcularem nossos passos, são capazes de medir nossa frequência cardíaca e outros dados de saúde. Mas ainda havia algumas dúvidas sobre a quantidade de passos diárias que alguém precisa dar para ser mais saudável.

O marketing desses produtos geralmente fala sobre dar 8 mil ou até 10 mil passos diários para se ter uma boa saúde cardiovascular... Mas será que esses dados estão certos? E será que eles valem para todas as pessoas?

Bom, sabemos que cada indivíduo é único. E mesmo se você quiser classificar as pessoas, vai precisar observar a faixa etária, o nível de atividades e vários outros fatores. É por isso que pesquisadores da University of Massachusetts Amherst fizeram uma meta análise de 15 estudos sobre a quantidade de passos diária indicada para a saúde.

 

Passos que fazem você viver mais

As pesquisas analisadas envolveram cerca de 50 mil pessoas de 4 continentes. Em geral, eram adultos acima dos 18 anos, mas com idades variadas. Para comparar os dados, os pesquisadores separaram todos esses voluntários das pesquisas em 3 grupos.

• O grupo que deu menos passos ao dia teve uma média de 3.500 passos.

• O segundo grupo deu 5800 passos em média por dia.

• O terceiro deu 7800 passos em média.

• E o quarto foi o que mais andou, com 10.900 passos por dia.

E é aí que se chegou à primeira conclusão:
O grupo 4, que deu mais passos, teve um risco de morte de 40 a 53% menor do que o grupo 1, que andou menos a cada dia.

Essa é uma diferença realmente incrível e que nos mostra que se mover um pouco mais pode realmente nos proteger. Mas isso ainda só respondia em partes nossa pergunta... Então, o estudo também analisou como esses passos se relacionavam à idade das pessoas.

Afinal, uma pessoa com mais de 60 anos talvez não tenha que andar o mesmo que um jovem de 18, concorda? Então, cruzando os dados de idade, concluiu-se que:

• Para adultos acima dos 60 anos, a redução do risco cardíaco se estabilizou com 6 mil a 8 mil passos por dia.

• Para adultos abaixo dessa idade, o ideal são entre 8 mil e 10 mil passos diários.
Será que você precisa contar passos?

Mas será que você realmente precisa contar passos? Nem sempre. Você pode optar por atividades de maior intensidade. É o caso do exercício supra aeróbico, que dura 20 minutos e você pode fazer 3 vezes por semana:

Passo 1: Durante 3 minutos, você faz o aquecimento, caminhando, e então na sequência aumenta sua intensidade até ficar ofegante por 30 segundos.

Passo 2: Volte a caminhar por 90 segundos e repita o aumento de intensidade, repetindo essa estratégia 8 vezes…

Passo 3: Após isso, é o período de recuperação por cerca de 2 minutos e pronto, o treino acabou.
Conforme você vai se condicionando, pode e aumentar a intensidade.
Assim você ganha em saúde, em tempo e não precisa ficar contando seus passos. Que tal? Aproveite!

_______


Referências bibliográficas:
•The Lancet Public Health, 2022; 7 (3): e219 DOI: 10.1016/S2468-2667(21)00302-9.
•Dr. Wilson Rondó Jr. - 20 Minutos e Emagreça. Editora Gaia.
•Corridas de Longa Distância podem estar Prejudicando sua Saúde! – www.DrRondo.com
•Quer se exercitar da forma certa? Então, siga o exemplo de seus ancestrais! – www.DrRondo.com

 

Dr. Wilson Rondó Jr.
CRM RJ 52-0110159-5
Cirurgião Vascular de formação e Nutrólogo
Registro nº 058357

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais