Sundance 2022 anuncia programação

Brasil está presente em coproduções e na competição com "Marte Um"

Foto Sundance Institute/divulgação
Credit...Foto Sundance Institute/divulgação

O Festival de Sundance, maior evento do cinema independente mundial, anunciou a programação – com 89 longas-metragens – de sua edição 2022 que acontecerá em Park City e Salt Lake City (Utah, EUA), de 20 a 30 de janeiro, em formato híbrido: presencialmente nas duas cidades e em plataformas on-line.

Tabitha Jackson, diretora do festival, manifestou sua satisfação com a edição deste ano. “Estamos ansiosos para voltar para nossa casa em Utah, mas também para nos reunirmos de novas formas. Em nossa experiência no ano passado, descobrimos possibilidades de convergência e percebemos que agora somos uma comunidade expandida na qual a participação ativa é importante e a presença do público, independentemente de como se manifesta, é essencial para nossa missão”, ressaltou.

“Marte Um”, do diretor brasileiro Gabriel Martins, é um dos concorrentes na prestigiada Cinema Mundial, mostra dedicada aos títulos estrangeiros. O filme segue uma família negra de classe média baixa tentando manter o ânimo e os sonhos após a eleição de um presidente de direita que representa tudo o que eles não são. O bom elenco inclui, entre outros, Cícero Lucas, Rejane Faria, Carlos Francisco e Camilla Souza.

Embora não seja exclusivamente brasileiro, outro título ligado ao Brasil é “The Territory” (Brasil/Dinamarca/EUA), de Alex Pritz, diretor nascido na Alemanha e baseado em Nova York. O filme que integra a mostra Documentário Mundial é sobre uma rede de agricultores brasileiros que se apodera de uma área protegida da floresta amazônica levando um jovem líder indígena e seu mentor a lutar em defesa da terra e de um grupo isolado que vive na região.

E ainda relacionado ao Brasil, a mostra New Frontier exibirá o documentário “Flat Earth VR” sobre Realidade Virtual, de Lucas Rizzotto.


DESTAQUES

O próprio Festival já seleciona alguns títulos com o status de “day one”, o primeiro a ser exibido da mostra, o que representa um destaque para o filme.

Assim, na competição Dramática Americana, é o caso de “Emergência” , de Carey Williams, que segue um grupo de estudantes universitários negros e latinos pesando os prós e os contras de ligar para a polícia quando se deparam com uma emergência incomum.

Na de documentários, com muitos filmes retratando pessoas e eventos do mundo atual, o “day one” é “Fire Of Love”, de Sara Dosa, sobre os cientistas Katia e Maurice Krafft, que morreram em uma explosão vulcânica fazendo exatamente o que os uniu: desvendando os mistérios dos vulcões e capturando as mais explosivas imagens já registradas.

E ainda “The Princess” (UK), de Ed Perkins, que é outro título bastante aguardado. O filme narra a história de Diana Spencer, a Princesa Diana, contada exclusivamente por meio de um arquivo contemporâneo, numa narrativa envolvente sobre sua vida e trágica morte.

Na mostra Cinema Mundial, composta por filmes ficcionais, o “day one” é o já citado brasileiro “Marte Um”, de Gabriel Martins, e na Documentário Mundial, é “Tantura”, de Alon Schwarz. O filme se concentra em Tantura, uma aldeia que traz à tona o mito da fundação de Israel e a incapacidade de sua sociedade lidar com seu passado sombrio.

Na Première – uma vitrine com estreias mundiais de alguns filmes mais esperados do ano –, um dos destaques é “La Guerra Civil” (Reino Unido), de Eva Longoria Bastón, sobre a rivalidade entre os boxeadores Oscar de La Hoya e Julio César Chávez na década de 1990, que desencadeou uma divisão cultural entre cidadãos mexicanos e mexicanos-americanos.

O cultuado ator Jesse Eisenberg – que interpretou Mark Zuckerberg em “A Rede Social” (2010) – está estreando na direção de longas com a comédia dramática “When You Finish Saving the World”, protagonizada por Julianne Moore e Finn Wolfhard vivendo mãe e filho. O filme é inspirado em um audiolivro lançado por Eisenberg.

Destaca-se ainda “Lucy and Desi” (EUA), de Amy Poehler, sobre a atriz e produtora Lucille Ball. Será o filme de abertura em Salt Lake City, capital do Estado de Utah.

Spotlight é outra mostra importante no Sundance. Com o slogan “O cinema que amamos”, seleciona filmes que fizeram sucesso nos últimos anos. Um dos destaques e que será exibido com o status de “day one” é “The Worst Person in the World”, de Joachim Trier (Noruega), que concorreu à Palma no último Festival de Cannes e deu à protagonista, Renate Reinsve, o prêmio de melhor atriz.

Nesta edição haverá também uma sessão especial para crianças, programada com a Utah Film Center, primeiro festival de cinema para crianças e jovens do estado.

E ainda a New Frontier, uma vitrine totalmente digital, que será apresentada em um espaço virtual de acesso gratuito em Park City.


TÍTULOS SELECIONADOS


COMPETIÇÃO AMERICANA DE DRAMAS

892, de Abi Damaris Corbin
Alice, de Krystin Ver Linden
Blood, de Bradley Rust Gray
Cha Cha Real Smooth, de Cooper Raiff
Dual, de Riley Stearns

Emergency, de Carey Williams – “day one”

Master, de Mariama Diallo
Nanny, de Nikyatu Jusu
Palm trees and Power Lines, de Jamie Dack
Watcher, de Chloe Okuno

 

COMPETIÇÃO AMERICANA DE DOCUMENTÁRIOS

Aftershock, de Paula Eiselt e Tonya Lewis Lee
Descendant, de Margaret Brown
The Exiles, de Ben Klein e Violet Columbus

Fire of Love, de Sara Dosa – “day one”

Free Chol Soo Lee, de Julie Ha e Eugene Yi
I Didn’t See You There, de Reid Davenport
The Janes, de Tia Lessin e Emma Pildes
Jihad Rehab, de Meg Smaker
TikTok, Boom, de Shalini Kantayya

 

CINEMA MUNDIAL

Brian and Charles, de Jim Archer (UK)
The Cow Who Sang A Song Into The Future, de Francisco Alegria (Chile / França / EUA / Alemanha)
Dos Estaciones, de Juan Pablo González (México)
Gentle, de Anna Eszter Nemes e László Csuja (Hungria)
Girl Picture, de Alli Haapasalo (Finlândia)
Klondike, de Maryna Er Gorbach (Ucrânia / Turquia)
Leonor Will Never Die, de Martika Ramirez Escobar (Filipinas)

Marte Um (Mars One), de Gabriel Martins (Brasil) “day one”

Utama, de Alejandro Loayza Grisi (Bolivia / Uruguai / França)
You Won’t Be Alone, de Goran Stolevski (Australia)

 

DOCUMENTÁRIO MUNDIAL

All That Breathes, de Shaunak Sen (India, UK)
Calendar Girls, de Maria Loohufvud e Love Martinsen (Suécia)
A House Made of Splinters, de Simon Lereng Wilmont (Dinamarca)
Midwives, de Snow Hnin Ei iHlaing (Myanmar)
The Mission, de Tania Anderson (Finlândia)
Nothing Compares, de Kathryn Ferguson (Irlanda, UK)
Sirens, de Rita Baghdadi (Líbano, EUA)

Tantura, de Alon Schwarz (Israel) “day one”

The Territory, de Alex Pritz (Brasil/Dinamarca/EUA)
We Met in Virtual Reality, de Joe Hunting (UK)

 

NEXT

The Cathedral, de Ricky D’Ambrose (Itália)
Every Day in Kaimuki, de Alika Tengan (EUA)
Framing Agnes, de Chase Joynt (EUA)

A Love Song, de Max Walker-Silverman (EUA) “day one”

Mija, de Isabel Castro (EUA)
Riotsville, de Sierra Pettengill (EUA)
Something in The Dirt, de Justin Benson e Aaron Moorhead (EUA)

 

PREMIÈRE

2nd Chance, de Ramin Bahrani (EUA)
AM I OK?, de Stephanie Allynne e Tig Notaro (EUA)
Brainwashed: Sex-Camera-Power, de Nina Menkes (EUA)
Call Jane, de Phyllis Nagy (EUA)
Downfall: The Case Against Boeing, de Rory Kennedy (EUA)
Emily the Criminal, de John Patton Ford (EUA)
Final Cut, de Michel Hazanavicius (França)
God’s Country, de Julian Higgins (EUA)
Good Luck to You, Leo Grande, de Sophie Hyde (UK)
Honk for Jesus, Save Your Soul, de Adamma Ebo (EUA)
Jeen-yuhs: a Kanye Trilogy, de Clarence “Coodie” Simmons e Chike Ozah (EUA)
La Guerra Civil, de Eva Longoria Bastón (UK) “day one”
Living, de Oliver Hermanus (UK)
Lucy and Desi, de Amy Poehler (EUA) Salt Lake City Opening Night
My Old School, de Jono McLeod (UK)

The Princess, de Ed Perkins (UK) "day one"

Resurrection, de Andrew Semans (EUA)
Sharp Stick, de Lena Dunham (EUA)
To The End, de Rachel Lears (EUA)
We Need to Talk About Cosby, de W. Kamau Bell (EUA)
When You Finish Saving the Worl, de Jesse Eisenberg (EUA) “day one”

 

MIDNIGHT

Babysitter, de Monia Chokri (Canadá)
Fresh, de Mimi Cave (EUA) “day one”
Hatching, de hanna Bergholm (Finlândia)
Meet Me in The Bathroom, de Dylan Southern e Will Lovelace (UK)
Piggy, de Carlota Pereda (Espanha)
Speak No Evil, de Christian Tafdrup (Dinamarca)

 

SPOTLIGHT

After Yang, de Kogonada (EUA)
Happening, de Audrey Diwan (França)
Neptune Frost, de Anisia Uzeyman e Saul Williams (EUA / Rwanda)
Three Minutes – A Lengthening, de Bianca Stigter (Holanda)
The Worst Person in the World, de Joachim Trier (Noruega) “day one”

 


KIDS

Mostra especialmente dedicada para crianças e jovens

Maika, de Ham Tran (Vietnam)
Summering, de James Ponsoldt (EUA)

 

SPECIAL SCREENING

Last Flight Home, de Ondi Timoner (EUA)

 

FROM THE COLLECTION

Filmes da Coleção de Arquivos feita pelo Instituto Sundance e a UCLA
Just Another Girl on the I.R.T. de Leslie Harris (EUA)

 

INDIE EPISODIC PROGRAM

Mostra dedicada a realizadores independentes emergentes em plataformas episódicas

Bring on the Dancing Horses, de Michael Polish (EUA)
Chiqui, de Carlos Cardona (EUA)
Culture Beat, de Andre Hyland e Kitao Sakurai (EUA)
The Dark Heart, de Gustav Möller (Suécia)
Instant Life, de Mark Becker e Aaron Schock (EUA)
My Trip to Spain, de Theda Hammel (EUA)

 

NEW FRONTIER

32 Sounds, - documentário imersivo, de Sam Green – EUA – “day one”
Atua, de Tanu Gago e Jermaine Dean (Nova Zelândia)
Child of Empire, de Sparsh Ahuja e outros colaboradores (UK)
Cosmogony, de Gilles Jobin e outros colaboradores (Suiça)
Diagnosia, de Mengtai Zhang e Lemon Guo (EUA)
Flat Earth VR, de Lucas Rizzotto (Brasil)
Gondwana, de Bem Joseph e outros colaboradores (Australia)
On the Morning You Wake, de Dr. Jamaica Heolimeleikalani Osorio e outros colaboradores (UK)
Seven Grams, de Karim Ben Khelifa e outros colaboradores (França)
Suga’ – A Live Virtual Dance Performance, de Valencia James e outros colaboradores (EUA)
Surrogate, de Lauren Lee McCarthy e outros colaboradores (EUA)
The Inside World, de jennifer McCoy e Kevin McCoy (EUA)
The State of Global Peace, de Daanish Masood Alavi e outros colaboradores (EUA)
They Dream in My Bones – Insemnopedy II, de Faye Formisano e outros colaboradores (França)
This is Not a Ceremony, de Ahnahktsipiitaa e outros colaboradores (Canadá)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais