Comércio online: luxo ou necessidade?

Aplicativos e sites têm substituído as saídas para supermercados e farmácias. Mas muitas empresas que trabalham fora destes setores essenciais estão se dando bem nas vendas pelo e-commerce. 

A Cashback World, uma das maiores comunidades de compras do mundo, presente em 49 países, levantou a informação que o comércio online nas Américas cresceu 105% no segundo trimestre deste ano, em comparação com o primeiro. A categoria de maior destaque fora do Brasil, foi a de Vitaminas e Suplementos, com 531% de aumento na plataforma.

No Brasil, as categorias mais requisitadas foram Flores e Presentes (100%), Livros e Música (100%), Móveis e Decoração (79%). Viagens, Serviços e Entretenimento foram as categorias em queda.

Moda sem motivo

Impossível negar o poder da Americanas.com nas vendas online, pela variedade de setores oferecidos, desde parafuso até perfumes, computadores, mangueiras de jardim. Ou a Amazon.br, outra gigante internacional, com entrega rápida. E a moda também ocupa um lugar de destaque. Interessante lembrar que até pouco tempo (provavelmente antes da pandemia) a opinião dos especialistas em compras de roupas e acessórios era implacável: as consumidoras queriam tocar no tecido, provar as peças, sair da loja com a sacola.

Só que não: o apelo dos sites de e-commerce de moda conquistou mesmo quem cumpre a quarentena e está em casa há quase seis meses, sem motivos reais para estrear roupas novas. Se forem anunciadas com qualidades como conforto e aconchego, vá lá.

O sucesso no Brasil

Mas desde quando um sapato sofisticadamente artesanal é para circular do quarto para a sala? Este calçado, trabalhado em palha de buriti por crocheteiras do Maranhão, tem o design da Raissa Coleia, que fundou a marca Cura no Rio de Janeiro e acaba de ser selecionada para participar da 5ª edição do projeto Novos Designers, que tem Ana Isabel de Carvalho Pinto, co-founder do Shop2gether, como curadora. O Shop2gether é uma das plataformas que oferecem conteúdo e histórias de moda. Um sapato da Cura custa a partir de R$ 202 até R$ 268 nesta estreia.

No site internacional Farfetch o lançamento deste mês é a exclusividade no Brasil da Opening Ceremony, marca americana que celebra a comunidade LGBTQIA+, e traz a coleção 365 Days of Pride. É um estilo urbano, muito próximo do conceito esportivo e o streetwear novaiorquino. Uma camiseta preta, com o nome da marca impresso pode custar R$ 1.943.

Já a estratégia do site Amaro foi híbrida. Até serem fechadas as portas dos principais shoppings do país, alguns espaços eram ocupados pelo Amaro. Nada estava à venda, era uma espécie de vitrine e consultoria para ensinar maneiras de compor looks das coleções, compradas na hora através dos computadores nos balcões. Justamente estas inspirações são um dos apelos para atrair a clientela. O prazo de 60 dias para entrega e devoluções, os preços considerados justos e o apoio a grupos de artesãs e projetos sociais ampliam o alcance do Amaro.

São muitos os sites com e-commerce ou market place. Entre eles, o Dafiti é dos mais estabelecidos. Começou com venda de acessórios e cresceu para toda a moda, incluindo feminina, masculina e infantil e até casa. Mas de casa, o Westwing tem o visual mais irresistível. Especialista em decoração e casa, lança campanhas com períodos marcados, vendendo desde tapetes até talheres, vistos em fotos bem produzidas. Um dos exemplos é a campanha das cadeiras Eames, mania do momento, só que em cores exclusivas, por R$ 119 cada. Um preço justo? Comparando, o conjunto de quatro cadeiras na Americanas.com custa R$ 379. Mas não tem o delicado colorido do Westwing.

A beleza também pode ser recebida em casa. Sephora, Boticário, Natura, Nars, não faltam marcas para seduzir a um clique do mouse. Destaque para o Keune.com.br, onde o So Pure Defrizz Shine Serum é um produto que garante acabar com o frizz dos cabelos e ainda por cima dar brilho! Custa R$ 228,90.

Portanto, ficar de frente para uma tela, seja qual for o tamanho, garante o supermercado, a farmácia e muita moda. Por estas pesquisas, é moda de luxo, artigo que anda sumindo das vitrines físicas. E há quem ache tão bom quanto sair da loja com a sacola, a alegria de receber o pacote em casa.

Macaque in the trees
Abertura do lançamento da marca Cura, de sapatos artesanais no Shop2gether (Foto: Divulgação)

Macaque in the trees
Look da coleção 365 Days of Pride, da Opening Ceremony, no Farfetch (Foto: Divulgação)

Macaque in the trees
A categoria de sportswear é forte no Dafiti (Foto: Divulgação)

Macaque in the trees
Promessa da Keune: o sérum que acaba com o frizz dos cabelos (Foto: Divulgação)

Macaque in the trees
Razões para o sucesso do Amaro, que mantinha espaços didáticos nos shoppings (Foto: Divulgação)

Macaque in the trees
Cores exclusivas das cadeiras Eames no Westwing (Foto: Divulgação)



Abertura do lançamento da marca Cura, de sapatos artesanais no Shop2gether
Cores exclusivas das cadeiras Eames no Westwing
Look da coleção 365 Days of Pride, da Opening Ceremony, no Farfetch
A categoria de sportswear é forte no Dafiti
Sandálias Babuche, Treliça e Tressé, da Cura, no site Shop2gether
Promessa da Keune: o sérum que acaba com o frizz dos cabelos
Razões para o sucesso do Amaro, que mantinha espaços didáticos nos shoppings