Brasil se aproxima da marca de 360 mil mortes na pandemia

País registrou mais 3,8 mil vítimas e 82,1 mil casos de Covid

Foto: Epa
Credit...Foto: Epa

Com mais 3.808 mortes registradas nas últimas 24 horas, o Brasil contabilizou 358.425 vítimas na pandemia de Covid-19 nesta terça-feira (13), informou o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

O número de óbitos demonstra uma queda em relação aos dados da terça-feira passada, quando o país bateu recorde absoluto desde o início da pandemia, com 4.195 vítimas diárias.

De acordo com o novo boletim, o país chegou a 13.599.994 casos do coronavírus Sars-CoV-2 desde o início da emergência sanitária, com o acréscimo de 82.186 contágios.

As médias dos últimos sete dias de falecimentos e infecções caíram em relação a ontem e chegaram a 3.068 e 71.345, respectivamente.

Até agora, a taxa nacional de letalidade está mantida em 2,6% e a de mortalidade continua subindo, passando para 170,6 a cada 100 mil habitantes.

O estado de São Paulo se mantém na liderança dos territórios mais afetados pela Covid-19 em todo o país, com 2.667.241 casos e 84.380 vidas perdidas. No ranking de estados com mais óbitos também aparecem: Rio de Janeiro (39.791), Minas Gerais (28.152), Rio Grande do Sul (22.388), Paraná (19.531) e Bahia (16.713).

Já em relação aos casos, Minas Gerais (1.235.972), Rio Grande do Sul (898.514), Paraná (890.682), Bahia (845.080) são os que apresentam maior número de contágios depois de São Paulo.

De acordo com levantamento da Universidade Johns Hopkins, o Brasil é o segundo país com mais mortes em todo o mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, e o terceiro com mais contágios. (com agência Ansa)